Quatro pessoas são presas em flagrante em operação contra o tráfico de drogas

Em duas ações distintas da PCRR (Polícia Civil de Roraima), deflagradas nesta quinta-feira, dia 19, quatro pessoas foram presas em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. As prisões foram realizadas pelos policiais da DRE (Delegacia de Repressão à Entorpecentes) e DENARC (Departamento de Narcóticos), que apreenderam várias cápsulas de cocaína preparadas para serem transportadas no intestino de indivíduos conhecidos como “mulas” do tráfico.

A primeira ação ocorreu no Bairro Bela Vista, quando os policiais prenderam os venezuelanos J. J. F.R., de 22 anos e M. E. P. M., de 27 anos, com 300 gramas de Skunk, balanças de precisão, dinheiro trocado e um aparelho celular Samsung A52.

Durante as investigações, que já duravam uma semana, os policiais constataram que o celular apreendido foi furtado no estado do Amazonas, no dia 20 de outubro de 2023, dentro de um ônibus que trafegava na Avenida Djalma Batista em Manaus.

Os policiais de Roraima fizeram contato com a Polícia Civil do Amazonas, do 10º DIP (Distrito Integrado de Polícia) que encaminharam o BO (Boletim de Ocorrência) do furto.
As investigações apontam que J. J. F.R., é reincidente no tráfico de drogas.

Dando continuidade às diligências, os policiais realizaram a segunda prisão, que ocorreu no bairro Liberdade, quando apreenderam 26 cápsulas, totalizando 458 gramas de cocaína pura, preparadas para serem transportadas no intestino de mulas do tráfico.

Durante a ação, devido ao forte odor de fezes exalado pelas cápsulas, os policiais suspeitaram que a mulher S. B. V., de 38 anos, poderia ser a responsável pela ingestão e que tinha acabado de expulsar a droga do intestino.

S. B. V., foi presa juntamente com o marido, D. C. B., de 33 anos, enquanto realizavam a pesagem da droga. A mulher é reincidente no crime, tendo sido em presa em 2021 por tráfico de drogas. O marido dela responde por dois crimes de roubo majorado.

Os quatro suspeitos foram encaminhados à sede da DRE, onde foi lavrado um AOF (Auto de Prisão em Flagrante) por conduta de tráfico e associação para o tráfico de drogas. Eles foram apresentados em Audiência de Custódia na manhã desta quarta-feira, dia 20.

SECOM RORAIMA
Texto: Ascom/PCRR
Fotografia: PCRR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo